domingo, 14 de julho de 2013

O ARREBATAMENTO E O RETORNO DO MASHIACH


O Arrebatamento e o retorno do Mashiach

Considerações Iniciais:

Muitos pretendem interpretar as profecias a respeito do fim dos tempos baseando-se em teólogos que desconhecem completamente o contexto hebraico das Escrituras, chegam a inventar certos acontecimentos que seriam impossíveis acontecer, ao compararmos com as profecias bíblicas.

Uma dos assuntos mais pregado entre os evangélicos é o famoso arrebatamento secreto que acontecerá antes da grande tribulação, vamos analisar as profecias de Yeshua e veremos se esta doutrina procede, ou é mais um fermento romano.

1- O arrebatamento segundo a Palavra de D'us:

Três, dos quatro evangelhos, mostram uma sequência lógica de acontecimentos, Mateus 24: 29 a 31, Marcos 13: 24 a 27 e Lucas 21: 25 a 28.
Tudo começa com a vinda de falsos messias e falsos profetas que antecederão o Anti-messias (Mateus 24:4 a 8), e como estaria o mundo por ocasião do começo do fim ou princípio das dores.

Depois começa o tempo de angústia de Ya'akov ou grande tribulação (ver Daniel 12:1, Mateus 24:9-14) que vemos claramente se tratar do Yisrael Remanescente, pois Yeshua está falando com os líderes da Congregação nazarena, ou seja, os discípulos, que representavam todo o povo de D'us ao longo dos séculos, ele diz claramente: “sereis atribulados”, logo, são os Remanescentes que serão atribulados e não os ímpios ou os 144 mil judeus de Apocalipse, como afirmam os evangélicos, quando eu digo Yisrael, estou me referindo aos Remanescentes, aos israelitas que se converteram e fizeram Teshuvá ao Eterno, conforme a profecia de Isaías 10:22 e Romanos 11:5, a estes Remanescentes de Yisrael juntam-se os gentios de todas nações que aceitarem a Restauração, e formarão a Congregação pura e sem mácula conforma é revelado em Efésios 2:12-15 e 5:27.

Enquanto que, os restantes se unirão pelo ecumenismo, aceitando o domínio do anti-messias ou anomos, e perseguirão os Remanescentes, em Mateus 24:15-27 narra uma dupla profecia, Yeshua se utiliza da destruição de Yerushalaim como paralelo do que será a grande tribulação dos últimos dias.

Em Mateus 24:29 já é o período das Sete últimas pragas do Apocalipse (Apoca.16:1-11), onde os ímpio sofrerão penalidades por estarem perseguindo os justos, é nesta ocasião que todo o Yisrael reconhecerá o Messias Yeshua como Shaul e Zacarias profetizaram(ver Zacarias 12:12 e Romanos 11:26), assim, sabendo que seu poder está ameaçado pela conversão de Yisrael, o anti-messias resolve então atacá-los, assim começa a sexta praga (Apoca.16:12-16), ele organizará um grande exército e marchará contra Yisrael, então, quando o anti-messias estiver para dar o seu golpe final sobre o povo de D’us, então ocorrerá a sétima praga(Apoca.16:17-21), ao final desta ocorrerá volta de Yeshua, ou seja, o verdadeiro arrebatamento (I Tessalonicenses 4:16 e 17 / I Coríntios 15:51-53), então Yeshua enviará seus anjos para recolher seus escolhidos (Mateus 24:30-31), mas os ímpios terão pavor porque sabem que vão morrer com o impacto da volta do Mashiach e pedirão a morte (Apoca.6:15-17), porém os justos dirão o que Isaías profetizou (Isaías 25:9)

2- Yisrael, após o arrebatamento:

O apóstolo Pedro descreve a cena da volta de Yeshua com um certo grau apocalíptico(II Pedro 3:10 e 11), após o arrebatamento, Yisrael será levado para passar os 1000 anos em algum local, que eu, particularmente creio que seja no Gan Éden, para participar do julgamento dos ímpios e de Satan (I Coríntios 6:2-3), Daniel e o Apocalipse declaram que este julgamento será diante do trono do Santíssimo (Daniel 7:9-10 / Apoca. 20:11-15).

Porém, quanto ao estado da terra pós arrebatamento, há dois pensamentos: um, que não ficará ninguém vivo, pois todos morrerão com o impacto da volta de Yeshua (Apoca. 6:15-17) então a terra ficará vazia (Jeremias 4:23-26), apenas um ser maligno ficará aqui, acorrentado, haSatan (Apoca. 20:1-3); outro, que poucos homens restarão (Isaías 24:6), e estes que restaram após o arrebatamento, irão reconhecer a soberania do Messias e o buscarão (Zacarias 14:16-19).



3- Não haverá uma segunda chance:

Um fato muito importante e decisivo sobre o arrebatamento na segunda vinda de Yeshua, em II Tessalonicenses 4:16 declara que será com alaridos e sons de trombetas e também haverá ressurreição dos mortos, que morreram no Messias, e no verso 17 fala do arrebatamento propriamente dito, porém em Apocalipse 20:5 fala que os ímpios mortos não reviveram até se completar os Mil anos, mostrando que alguns ímpios morrerão por ocasião da vinda de Yeshua, e continuarão mortos durante os Mil anos do julgamento deles.

Em todas as explicações de Yeshua sobre a sua segunda vinda, ele deixa bem claro que NÃO HAVERÁ uma segunda chance aos que não o aceitarem como o Messias de Yisrael, ao  citar: "Asim como foi nos dias de Noé.....(Mateus 24:37), Assim como foi nos dias de Ló....."(Lucas 17:28), agora eu pergunto: Houve uma segunda chance para os pre-diluvianos quando o dilúvio destruiu a terra??? Não, não houve; houve uma segunda chance para os moradores e Sodoma e Gomorra??? Não, não houve, nem para a esposa de Ló houve uma segunda chance, portanto, supõe-se que todos os ímpios que até o retorno do Messias rejeitarão a Graça de D'us concedida pelo Messias Yeshua, já estarão SELADOS para a morte eterna:

"Continue o injusto na prática da injustiça e continue o impuro na prática impureza, continue o justo na prática da justiça e continue o santo a santificar-se ainda, e eis que venho sem mais demora, e comigo está o galardão que tenho para dar a cada um segundo as suas obras" (Apocalipse 22:1 e 12)

Assim, a volta de Yeshua será decisiva para todos, sem uma segunda chance (Apoca. 22:12), a não ser que haja um INDULTO concedido pelo Messias, pois, o Yisrael que permaneceu incrédulo até a volta do Messias estará nas mesmas condições daqueles gentios que permaneceram também incrédulos, todavia, isso será um assunto para o Messias resolver.

HaSatan será solto após os Mil anos para receber a sua sentença juntamente com os ímpios previamente julgados, para isto eles terão que ressuscitar, que é a segunda ressurreição(Apoca. 20:6) e depois morrerão, Satan sendo liberto de sua prisão, seduz os ímpios  para armarem uma guerra contra Yeshua e a cidade Santa que descerá, quando este der a sentença dos ímpios(Apoca.21:2), e sitiarão a Nova Yerushalaim (Apoca. 20:7 -10 / 19:19-21), então será o fim de Satan e os ímpios.

Obs: Este artigo representa o meu pensamento particular na interpretação deste evento e ainda assim me restam muitas dúvidas e lacunas a serem preenchidas, porém, outras interpretações podem ser apreciadas, desde  que não contradigam a Midrash e o contexto hebraico das Escrituras.

Rosh: Marlon Troccolli



4 comentários:

  1. se a terra vai ficar vazia , quem hasatan vai tentar ? Zacarias 12 diz que o Eterno irá trazer todas as nações contra jerusalém ,será uma isca .

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E ainda diz o texto:para que não mais enganasse as nações". Ou seja, a terra não fica vazia durante o reino milenar de Cristo!!!

      Excluir
  2. Bom dia Eronides Morais...
    Entendi isso:
    HaSatan será solto após os Mil anos para receber a sua sentença juntamente com os ímpios previamente julgados, para isto eles terão que ressuscitar, que é a segunda ressurreição(Apoca. 20:6) e depois morrerão, Satan sendo liberto de sua prisão, seduz os ímpios para armarem uma guerra contra Yeshua e a cidade Santa que descerá, quando este der a sentença dos ímpios(Apoca.21:2), e sitiarão a Nova Yerushalaim (Apoca. 20:7 -10 / 19:19-21), então será o fim de Satan e os ímpios.

    ResponderExcluir
  3. Realmente fiquei muito feliz com o que eu encontrei aqui! Realmente as sete taças da Ira do ETERNO são reais e literais e farão parte do período em que as Escrituras chamam de GRANDE TRIBULAÇÃO. Agora, eu creio que Após a descida do Messias sobre o Monte das Oliveiras, ele iniciará o seu Governo Messiânico por 1000 (Mil anos) na terra. Pois as Escrituras realmente provam que Haverá um REMANESCENTE entre as Nações. Por isso a maldição tem consumido a terra; e os que habitam nela são desolados; por isso são queimados os moradores da terra, e poucos homens restarão. Isaías 24:4-6; E acontecerá que, todos os que restarem de todas as nações que vieram contra Jerusalém, subirão de ano em ano para adorar o Rei, o Senhor dos Exércitos, e para celebrarem a festa dos tabernáculos.
    Zacarias 14:16; O Reino do Messias sobre o Trono de Davi terá a duração de Mil Anos, e o seu povo serão REIS E SACERDOTES e reinarão sobre a terra. (Apocalipse 5:9-10). O Messias possuirá as Nações e os confins da terra e as regerá (Salmo 2). Agora, Mil anos no céu isso não existe!!! Porque os céus só pertence a ADONAI e não aos homens. Salmo 115:16. E A terra foi feita para ser habitada. (Eclesiastes 1:4). Os mansos Herdarão a terra (Mateus 5:5; Salmo 37:9,11). Na verdade, O período de Mil anos, será o período de REGENERAÇÃO e RESTAURAÇÃO DE TODAS AS COISAS. (Isaías 11; 2:1-5; Atos 3:19-21; Mateus 19:19-20). NO fim dos Mil anos, o Messias entregará o seu Reino ao Pai. (I Coríntios 15:22-24). O Juízo Final (Grande Trono Branco) acontecerá somente após o Milênio. Porque quando afirma que "Passou o céu, a terra" significa uma "nova era". E no Juízo irá ressuscitar todos os seres humanos justos e injustos e serão julgados de acordo com as suas obras.(Apocalipse 20). Uns para a vida Eterna e outros para a Vergonha e desprezo eterno.

    ResponderExcluir