sábado, 4 de janeiro de 2014

GÁLATAS 2:19 – Porque tu, pela lei, estas morto para a lei, para viver para Deus?



“Porque eu, pela lei, estou morto para a lei, para viver para Deus.”
Gálatas 2:19, versão JFA CRF1


Shaul haShalíach (Paulo, o Emissário/Apóstolo) quis dizer o que com esta afirmação? Nesta breve discussão não entrarei no mérito dos vários posicionamentos acerca da Lei (como Torah; Chumash – Pentateuco), ou sobre a validade da tradição aramaica dos escritos da Brit Chadasháh (vulgo Novo Testamento), me aterei somente àquela que creio ser a mensagem almejada por Páulos através dos manuscritos semitas.

Codex Khabouris2
אנא גיר בנמוסא לנמוסא מיתת דלאלהא אחא

Peshitta3
.אֶנָא גֵיר בּנָמוֹסָא לנָמוֹסָא מִיתֵת. דּלַאלָהָא אִחֶא



* בּנָמוֹסָא (BENAMOSA). Junção da preposição Bet (בem, no, por, para etc) com o substantivo masculino Namosa (נמוסא – lei, costume). Literalmente: Na lei. Namosa se constitui como um problema do ponto de vista semântico, pois pode ser entendido como Toráh (Instrução – Pentateuco), Halacháh (Lei Judaica, em sentido mais abrangente), Taqanáh (decreto rabínico) entre outras coisas4, 5 – há uma palavra específica para Torah em aramaico: אוֹרָיתָּא (Oráyta), mencionada apenas 3 vezes na Brit Chadasháh (Mateus 11:13; 12:5; 22:40).  

** לנָמוֹסָא (LENAMOSA). Junção da preposição Lámed (ל – para, a, de, para o etc) com o substantivo masculino Namosa (נמוסא – lei, costume). Literalmente: Para a Lei. A expressão “Para a Namosa estou morto” pode ser compreendida de duas maneiras, de forma favorável à Lei, ou de forma desfavorável. 1º Para a lei estou morto, em descrédito à lei, desprezando-a: quebrando-a. 2º Para a lei estou morto, em consideração a ela como se estivesse morto, fazendo o que ela requer, exige: guardando-a.   

*** Expressão literal: Na lei. Pode ser entendida como “em conformidade com a lei” ou “pela/mediante a/por intermédio da/através da lei”, como na expressão de Shemot (Nomes – “Êxodo”) 9.35: Beiad Moshê – por intermédio de Moisés.

**** Na forma presente, o verbo היה (ser/estar) não é pronunciado. Exemplo: Ani yehudi, Ani miBrazil – Eu (sou) judeu e Eu (sou) do Brasil, respectivamente.

Há duas formas básicas de tradução: Literal e Parafraseada. A Literal consiste na transcrição exata dos vocábulos empregados na elaboração da mensagem escrita; a paráfrase é: “em outras palavras”, uma forma de melhor se fazer entender – visto que, em muitos casos, não há correspondência exata entre vocábulo, palavra, e sentido, isto nas traduções.

Tradução literal:
     Eu, porque, na lei, para a lei (sou/estou) morto, para D’us viver.

Paráfrases possíveis:
1.      Porque eu, em conformidade com a lei, para a lei estou morto, a fim de viver para D’us.
2.      Porque eu, em conformidade com a lei, pela lei estou morto, a fim de viver para D’us.
3.      Porque eu, por intermédio da lei, para a lei estou morto, a fim de viver para D’us.
4.      Porque eu, por intermédio da lei, pela a lei estou morto, a fim de viver para D’us.

Em caso de dúvida deve-se optar pelo sentido literal: na lei (par. 1 e 2, em conformidade com a lei), mesmo porque se estivermos “em conformidade” com a lei, seremos “por intermédio” da mesma. Assim, pois, a não ser que a lei seja “auto-anulatória” (tratando-se da Toráh, não é o caso), deve-se optar pelo sentido favorável, positivo, “pela lei”. Ao guardar-se (cumprir-se) a Toráh está-se em conformidade com esta (paráfrase 2).

Temos, assim, aproximando-nos da versão JFA CRF: “Porque eu, na lei, estou morto pela lei, para viver para Deus”, cujo entendimento deve ser:

“Porque eu, em conformidade com a lei, a fim de guardar a lei, já não importa minha própria vontade – como se estivesse morto –, para viver para D’us.”
Gálatas 2:19


REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS


[1] Almeida Corrigida e Revisada Fiel. Disponível em: http:<//www.bibliaonline.com.br/acf/gl/2> Acesso em: 03/07/2013.

[2] Silver, S. P. Khabouris Codex, transcription. 2006. Disponível em: http:<//www.dukhrana.com/khabouris/> Acesso em: 03/07/2013.

[3] THE NEW COVENANT ARAMAIC PESHITTA TEXT WITH HEBREW TRANSLATION קימא חדתא הברית החדשה. Jerusalem: The Bible Society in Israel and the Aramaic Scriptures Research Society in Israel, 1986.

[4] Comprehensive Aramaic Lexicon Project. Search the CAL lexical and textual databases/BROWSE THE LEXICON/initial letters:/nmws. Disponível em: http:<//cal1.cn.huc.edu/> Acesso em: 03/07/2013.

[5] Jastrow, Marcus. Dictionary of the Targumim, the Talmud Babli and Yerushalmi, and the Midrashic Literature. Hendrickson Publishers, 2006. Disponível em: http:<//www.tyndalearchive.com/tabs/jastrow/> Acesso em: 04/07/2013.


Bibliografia auxiliar


Hatzamri, Abraham; More-Hatzamri, Shoshana. Dicionário Português – Hebraico e Hebraico – Português.   2. ed. São Paulo: Sêfer, 1995.

Berezin, Rifka. Dicionário Hebraico – Português. 1. ed. São Paulo: Universidade de São Paulo, 1995.

Léxico Hebraico, Aramaico e Grego de Strong. São Paulo: Sociedade Bíblica do Brasil, 2002.  


Autor: Caio M. F. Rodrigues

1 comentários: